Israel não deseja a paz

28/09/2010 02:05

 Continuar as negociações nestes termos é um absurdo.

 Para Mahmoud Abbas continuar negociando com Israel ainda construindo na Cisjordânia significa aceitar que continuem roubando as terras Palestinas.

Benjamim Netanyahu, primeiro ministro de Israel, pede que os Palestinos não abandonem as negociações enquanto ao mesmo tempo se recusa a estender a moratória dos assentamentos judaicos que terminou domingo, 27 de setembro.

Os colonizadores voltaram a construir em diferentes partes do território ocupado e tido como ilegal pelas Nações Unidas, tornando difícil se não impossível, para Mahmoud Abbas, Presidente Palestino, continuar participando das negociações patrocinadas pelos Estados Unidos.

Como será possível agora evitar reações dos árabes na reunião da Liga Árabe em 4 de outubro próximo?

 

 

 

 

Avigdor Lieberman, Ministro das Relações Exteriores de Israel, do partido de extrema direita, quer que a Autoridade Palestina aceite a expulsão de todos os árabes israelenses como parte do processo de paz.

 

 

Fonte Al Jazeera

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons kholkute  © 2011 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!