Israel retira parte do muro que isola Palestinos

16/08/2010 11:16

 O Exército israelense começa a retirar, hoje,  o muro que separa o bairro judeu Har Gillo, em Jerusalém, da cidade palestina de Bayt Jala, na Cisjordânia, próximo a Belém. 

A retirada deste muro de 600m de comprimento com 3 m de altura deve durar ainda algumas semanas. A população palestina de Bayt Jala é essencialmente cristã. Habitada também por uma considerável população de assentados judeus nos últimos anos. Sem dúvidas é um grande passo para um processo de paz. Entretanto é preciso ainda estudar com maior cuidado as razões desta abertura. Quem será mais benficiado com a queda deste muro?  Judeus ou a palestinos. Qual será o fluxo migratório nesta região? Acreditamos que no futuro haverá um maior desequilíbrio demográfico entre judeus e palestinos, numa eventual crise o muro será reconstruído, desta vez garantindo as terras já conquistadas, talvez incorporando toda Belém. Não vejo problema algum nisso se a população cristã palestina for integrada com os mesmos direitos que a população judia israelense. Formando um só Estado Nação naquela região. Como já acontece com outros palestinos que vivem em Israel. Preocupante será se isto não estiver nos planos de Tel Aviv. A segregação poderá criar um foco de terror que não existe nos dias de hoje e mais uma região será contaminada pelo ódio e radicalismo. 

 

Foto utilizada com a permissão da Creative Commons kholkute  © 2011 Todos os direitos reservados.

Crie um site grátis

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!